openMSX 0.3.4

por mth em 17-01-2004, 01:09 translated by Necron
Tópico: Emulation
Idiomas:

Será mostrada amanhã na feira de Oss, mas você já pode fazer o download desde já.

A principal caracteristica nova é o vídeo scaling (escala de vídeo), que faz a escala da tela de baixa resolução do MSX para a tela de alta resolução do PC, levando as bordas em consideração. Não mais pixels em bloco! Os seguintes algorítmos estão dispoñíveis: Scale2x, 2xSaI e hq2x. Para screenshots, veja nossa homepage ou msx.vampier.net.

Também novo é o protocolo de controle. Ainda é experimental, mas irá ter um papel muito importante no futuro. Usando este protocolo, um processo externo pode controlar o openMSX enviando comandos, como você faz em seu console. Programas como um GUI (interface gráfica) ou um debugger pode usar este recurso para se comunicar com uma sessão do openMSX que esteja executando.Em breve haverá uma Catapulta openMSX nova que utilizará este protocolo, fazendo-o mais que um launcher (carregador). Se você vier à feira de Oss, visite-nos e veja a nova Catapulta em ação.

Das notas de lançamento, aqui está lista completa de mudanças:

  • Diversas correções ne emulação da VDP; mais jogos e demos funcionarão corretamente.
  • Adicionado escaladores (scalers) para SDLHi. Um scaler é um filtro de imagem que aumenta a tela do MSX para a resolução do PC. Os scalers seguintes foram implementados:
    - simple (original)
    - 2xSaI
    - Scale2x
    - hq2x
    Use "set scaler <name>" para selecionar um scaller.
  • Scanlines agora funcionam em SDLHi (anteriormente, eles apenas funcionavam em SDLGL).
  • Alpha blending por pixel para console em SDLHi/SDLLo. Isso faz as fontes de console "anti-aliased" parecerem melhores.
  • Correções na renderização em Win32:
    - Corrigida lentidões em modo de tela cheia.
    - Corrigido o flickering (tela piscando) do console.
  • Mudado o core do YM2413 do Jarek Burczynski (MSX-MUSIC).
  • Adicionado filtro de high-pass IIR ao mixer para evitar o clipping de audio.
  • Adicionado multiplexing de aparelhos de I/O: Agora você pode inserir com segurança um FM-PAC no MSX turbo R, por exemplo.
  • Adicionado o recurso de screenshot. Bindings de tecla default (padrã) mudados para colocar este recurso no PrtScr. F12 agora alterna modo de tela cheia, enquanto Quit não está mais mapeado, por padrão.
  • Adicionado emulação de "Ren-Sha Turbo" (autofire): "set renshaturbo <speed>".
  • Adicionada a emulação da tecla de pausa do MSX turbo R.
  • Adicionado o status do LED dos drives de disco.
  • Corrigida a criação de imagens de disco rígido: Automaticamente cria ou enlarga imagens de HD quando o arquivo especificado não existe ou for muito pequeno.
  • Novos comandos de console:
    * after: executa determinado comando após certo tempo
    * alias/unalias: põe comandos longos em um alias (apelido) criado
    * incr e decr: aumenta ou decrementa ajustes de inteiros
    (útil quando usando "bind" em tecla, veja comando "bind")
  • "Enum settings" agora não é sensitivo ao caso, isto é, você pode usar SDLHi, sdlhi, ou SdLhI, se você quiser se referir ao renderizador SDLHi.
  • Adicionado uma configuração MSX2 'boosted': uma máquina fantasma com vários hardwares internos. Mais disso será adicionado em lançamentos futuros. A configuração recente ainda é experimental; feedback será benvindo.
  • Adicionado sistema alternativo de build ("alternative.mk"), que é mais flexível e fácil de manter que o sistema antigo que usa ferramentas GNU's auto* ("configure" e amigos). O sistema alternativo irá substituir o sistema auto* no futuro, portanto, por favor teste-o em sua máquina e reporte qualquer problema. Você pode usa-lo com "make -f alternative.mk" para compilar e "make -f alternative.mk install" para instalar.
  • Adicionado suporte para compilador Intel's ICC 8.0 (apenas no alternative.mk).
  • Adicionado suporte experimental para Mac OS X (apenas no alternative.mk). Abrigado à Jan Lukens (Jalu) pelo teste/depuração disto.
  • Abandonado suporte ara GCC 2.95 (por favor, atualize para GCC 3.x).
  • Adicionado a habilidade de controlar o openMSX de um processo externo (carregador, depurador) usando um protocolo de controle baseado em XML. Isto ainda é experimental; o protocolo de controle irá mudar imcompativelmente no próximo lançamento. Por exemplo, implementação do cliente, veja Contrib/openmsx-control.cc. Estamos trabalhando em uma nova Catapulta openMSX que usará este protocolo.
  • Novos recursos para controles de clientes externos:
    - renderizador "nenhum", que não exibe nada.
    - ajuste de "power": habilita ou desabilita a força para a máquina MSX.
    - comando "restoredefault": restaura os ajustes para os valores especificados em settings.xml.
    - comando "info": pega informações como lista de plugáveis, renderizadores etc.
    - comandos "keymatrixup"/"keymatrixdown": manipula a matriz de teclado.
  • Adicionada uma interface de depuração, acessível atravéz do comando "debug". Os seguintes aparelhos correntemente suportam esta interface: CPU, portas I/O, memória, VDP e VRAM. É também possível setar breakpoints.
  • Pequenas melhoras no debug device. O debug device é muito útil para pessoas desenvolvendo software MSX em openMSX; leia o manual para detalhes.
  • Adicionado ajuste "vdpcmdtrace": habilita ou desabilita tracing de comandos VDP.

Links relacionados:
openMSX Home Page
página de download

My MSX profile